Mercado automotivo - 08/09/2020 | Por:

Vendas de veículos importados caem 4,9% em agosto


 As quinze marcas filiadas à Abeifa – Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, com licenciamento de 2.704 unidades, anotaram em agosto último retração em suas vendas de 4,5% em relação a julho, quando foram vendidas 2.831 unidades importadas. Ante agosto de 2019, quando foram comercializadas 3.031 unidades, a retração foi de 10,8%. Com esses resultados, o acumulado dos primeiros oito meses do ano fechou com queda de 23,4%: 17.008 unidades contra 22.199 emplacamentos de veículos importados.

“A quatro meses do final do ano, temos de revisar nossas projeções de licenciamentos, tanto de veículos importados como de produção nacional das associadas à entidade”, enfatiza João Henrique Oliveira, presidente da Abeifa. “Depois de obter uma alta no mês de julho, infelizmente em agosto não conseguimos manter a tendência de crescimento. De outra parte, as nossas associadas tentaram segurar os preços ao consumidor, nos últimos três meses, com o dólar e o euro ainda do início do ano. Mas, a partir de agora, com a chegada de novos lotes de importação e mesmo os veículos aqui fabricados, a tendência é que os preços sejam reajustados”, analisa Oliveira.

Produção local 

Entre as associadas à Abeifa, que também têm produção nacional, BMW, CAOA Chery, Land Rover e Suzuki fecharam agosto último com 2.761 unidades emplacadas, total que representou aumento de 1,4% em relação a julho de 2020, quando totalizaram 2.724 unidades, e queda de 0,1% ante agosto de 2019 (2.763 unidades). No acumulado do ano, a produção nacional das associadas à entidade significou baixa de 13,3%: 17.297 unidades emplacadas este ano contra 19.943 veículos em 2019.

Participações

Em agosto último, ao considerar somente os veículos importados por associadas à entidade – total de 2.704 unidades -, o setor significou marketshare de 1,5%. Com 5.465 unidades licenciadas (importados + produção nacional), a participação das associadas à Abeifa foi de 3,15% do mercado total de autos e comerciais leves (173.544 unidades).