Motor - 21/09/2018 | Por:

Produção de motores na Cummins Brasil cresce 60% no primeiro semestre


Luís Pasquotto, vice-presidente da Cummins Inc., presidente da Cummins Brasil e responsável pela Unidade de Negócios de Motores da Cummins na América Latina

A Cummins Brasil está alinhada com a retomada dos mercados em que atua e registra aumento de 60% na produção de motores, com um total de 22 mil unidades produzidas no primeiro semestre de 2018. O segmento automotivo representou avanço de 59% no mesmo período e o crescimento foi positivo também no segmento de ônibus (+75%), construção (+58%), geradores (+39%), entre outros.   

Com participação significativa no mercado automotivo nacional, a Cummins Brasil equipa atualmente 57% dos caminhões Light Duty, 67% do segmento de médio porte (Mid Range) e 11% dos pesados (Heavy Duty). No acumulado de 2018, a projeção da companhia é elevar a produção de motores entre 40% e 45%, levando em consideração um segundo semestre mais aquecido economicamente.    

"A Cummins Brasil segue fortalecida. Fizemos reestruturações responsáveis e conseguimos atender à demanda incorporando mão de obra na medida em que os volumes cresceram. Apesar de um cenário de incertezas - grau de confiança, eleições, variação cambial etc. -, continuamos moderadamente otimistas, com plena consciência de que já superamos o pior momento", comenta Luís Pasquotto, vice-presidente da Cummins Inc., presidente da Cummins Brasil e responsável pela Unidade de Negócios de Motores da Cummins na América Latina.   

Produtos - Um dos grandes destaques do segmento automotivo em 2018 foi a nova aplicação Cummins no Ford Cargo Power, dotado de motorização ISB 6.7 com maior potência e economia. Para atingir os 310 hp de potência e torque de 1.100 Nm, a engenharia da Cummins desenvolveu soluções a partir do turbo Holset, desenvolvido pela Cummins Turbo Technologies, que teve sua vazão de ar e torque máximo revisados. Outra melhoria foi a otimização da combustão do motor.   

Na linha VW, os caminhões Delivery - equipados com motores ISF 2.8 e 3.8, turbos, filtros e sistema de pós-tratamento Cummins - continuam se destacando no mercado brasileiro e internacional, onde as exportações apresentam crescimento. Com as soluções Cummins, o modelo oferece desempenho superior e economia de combustível.    

No Brasil e na Argentina, a Cummins também equipa 100% dos ônibus e caminhões Euro5 fabricados pela Agrale.   

Resultados mundiais e investimentos - A Cummins Inc., por sua vez, registrou recorde de faturamento no segundo trimestre de 2018 (US$ 6,1 bilhões e aumento de 21% em relação ao mesmo período de 2017) e avança a passos largos após assumir um novo posicionamento em suas operações globais.  Presente em 197 países, a companhia segue fortalecida para atender seus clientes com a tecnologia certa, no momento certo, de acordo com a visão da empresa: inovar para impulsionar o sucesso de seus clientes.

Como parte da estratégia, a companhia tem realizado investimentos significativos em eletrificação e sistemas digitais; criou uma nova Unidade de Negócios, a Electrified Power (EPBU), e realizou a compra de três empresas do segmento, sendo duas fabricantes de baterias, a Brammo e a Johnson Matthey, de baixa e alta potência, respectivamente, além da mais recente, baseada no Vale do Silício, na Califórnia, a Efficient Drivetrains, Inc. (EDI), especializada na integração de trem de força.    

"A Cummins Inc. divulgou recentemente um investimento U$ 500 milhões em eletrificação previsto para os próximos três anos. Somos uma empresa que há 100 anos é líder em soluções de powertrain e integração veicular com conhecimento profundo das necessidades de nossos clientes. A inteligência nos negócios de motores nos favorece para desenvolver a eletrificação e a nossa missão é a de ser líder também neste segmento, provendo hardware, softwares e inteligência como ninguém", afirma Pasquotto.   

A Cummins vai oferecer uma gama de soluções em powertrain seja em diesel, biocombustiveis, gás natural ou biogás, híbridos ou elétricos, incluindo o lançamento de novas soluções Euro6 para mercados emergentes. "Ao mesmo tempo em que desenvolvemos novas tecnologias, nosso DNA é de inovação e vamos seguir investindo no aperfeiçoamento dos motores a combustão para que sejam ainda mais limpos e eficientes. Nosso objetivo é oferecer a solução mais adequada e sustentável com foco no sucesso de cada cliente independente de seu negócio, sua região e disponibilidade de energia”, comenta Pasquotto.   

Alinhada às estratégias globais, a Cummins Brasil investiu R$ 400 milhões desde 2015 em engenharia, produtividade, ergonomia, melhorias e desenvolvimento de produto. A fábrica de Guarulhos (SP) foi modernizada com novas salas de testes para ganhos de produtividade, segurança e qualidade.    

A Cummins entregou a tecnologia Euro VI para o mercado europeu em 2014 e, desde então vem modernizando e aperfeiçoando uma nova plataforma de motores para inserir nos mercados emergentes. Para isso, alocou um time da engenharia brasileira integrada com o desenvolvimento global com o objetivo de modernizar e aperfeiçoar os motores Euro6, tornando-os mais acessíveis, eficientes e confiáveis.     

A previsão para a entrega do Euro VI no México e China é em 2021, sendo que no mercado brasileiro as discussões do Rota 2030 sinalizaram como sendo em 2023.

 

Cummins Brasil lança motor X15 para o mercado marítimo

É no maior ponto de encontro da comunidade marítima da América do Sul que a Cummins lança o motor eletrônico X15 para o segmento. Durante a 15ª edição da Marintec South America, que acontece entre os dias 14 e 16 de agosto, no Centro de Convenções SulAmerica, no Rio de Janeiro (RJ), a desenvolvedora de powertrain apresenta sua nova aposta para o mercado, com atributos para atender a rebocadores, barcos de pescas, empurradores fluviais, transporte de passageiros, entre outras aplicações comerciais.

“Consideramos o mercado brasileiro de extrema importância, com potencial em diversas regiões, como a Norte, devido às altas demandas para o mercado de navegação fluvial, Nordeste e Sul, locais onde temos um número relevante de clientes para suportar”, diz Eric Marini, gerente de Produto da Cummins Marine.

A produção oficial do X15 está prevista para o início de 2019, na planta de motores Cummins em Rocky Mount, na Carolina do Norte, nos EUA. O novo produto da Cummins para o mercado marítimo traz inovações com foco na contribuição das operações, com baixo consumo de combustível e flexibilidade para atender embarcações que variam de 45 a 75 pés, dependendo da aplicação. A faixa de potência é ideal para demandas que variam entre 13 e 15 litros.

O Cummins X15 de 450 cavalos de potência (336 kW) e 600 cavalos de potência (447 kW) contínuos para propulsão e auxiliar de bordo atende aos rigorosos padrões de emissões Tier II da Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) Nível II e Organização Marítima Internacional (IMO).

Além de seguir a tendência downsizing de motores marítimos, contribuindo com espaços restritos das embarcações, baixo peso (1.450 quilos) e alta potência, o Cummins X15 utiliza o mais recente sistema de combustível Cummins XPI. Este, por sua vez, fornece maior pressão de injeção, resultando em uma queima de combustível eficiente para emissões limpas e economia de combustível otimizada.

Além da mais recente tecnologia de sistema de combustível, o X15 para uso marítimo utiliza o módulo inteligente de controle do motor Cummins, o CM2350, que oferece capacidade avançada de diagnóstico e monitoramento, bem como proteção do motor por meio de taxas reduzidas e desligamentos automatizados do motor para evitar falhas. A tecnologia CM2350 também possui monitoramento do sensor de combustível, funcionalidade de partida/parada do motor digital e pressão e temperatura da engrenagem.

“A eletrônica embarcada ainda traz a possibilidade do monitoramento digital do motor via satélite, como contribuição com as operações da embarcação”, afirma Marini. Ainda segundo o gerente, “o X15 é mais um exemplo de investimento contínuo da Cummins no mercado marítimo; introduzimos o motor de maior rotação do mercado global, o QSK 95, com mais potência e durabilidade que qualquer outro motor marítimo de alta velocidade de sua categoria. E agora o novo X15 reforça o compromisso Cummins de entregar os produtos que nossos clientes precisam para terem sucesso”.

O X15 foi desenvolvido para equipar barcos novos ou atender ainda serviços de repotenciamento, a exemplo de sua primeira aplicação global que ocorrerá em um barco de tripulação da Louisiana, nos EUA, substituindo um motor não Cummins. O troca irá contribuir com a eficiência e o desempenho da embarcação.

Linha Cummins Marine - A oferta completa de produtos Cummins para o mercado naval inclui motores de propulsão e auxiliares de bordo (mecânicos e eletrônicos) que variam de 6.7 até 95 litros e/ou 300 hp a 4.000 hp; pacotes Diesel Elétrico (de 358 kw a 1.825 kw) e geradores de bordo disponíveis entre 5 kw e 1.800 kw. Toda gama de produtos da Cummins Marine atende às mais rigorosas normas de emissões vigentes no País, IMO Tier II.

O mercado de geradores marítimo é atendido pela Cummins com produtos ONAN entre 5 e 90 kW e Cummins Marine para potências superiores, a serem usados como geradores de bordo, de emergência, e conjuntos para propulsão Diesel Elétrica. Segundo Colares, “nossos produtos são muito competitivos nesse mercado; produzimos 100% dos componentes principais de grupo geradores, ou seja, alternadores, motores e painéis de controle, sendo um importante diferencial em relação à concorrência.